Planificações

O que é uma planificação? Como se faz? Para que serve?

Existem três tipos de planificações:

i) planificação a longo prazo: é um ‘guia’ global dos conteúdos que vão ser abordados ao longo do ano lectivo, dos objectivos que têm de ser atingidos e das estratégias a serem utilizadas. Geralmente, esta planificação é realizada por todos os professores de filosofia. Após a estruturarão desta panificação, cada professor sabe dos objectivos e programa a cumprir. Esta planificação deve espelhar a vontade do grupo de filosofia e não de um só professor. Apresenta-se, assim, um exemplo:

ii) Planificação a médio prazo: esta planificação deve ser elaborada tendo por base a planificação anual. Cada professor sozinho ou em parceria com outro(s) selecciona os conteúdos, objectivos, recursos e estratégias para a leccionação de cada unidade didáctica. Normalmente, o número de planificações a médio prazo coincide com o número de unidades e/ou sub-unidades didácticas. A planificação a médio prazo é, assim, mais pormenorizada que a planificação a longo prazo e permite “prever” aquilo que será leccionado durante um período, por exemplo. Apresentam-se alguns exemplos:

Algumas das planificações que realizei no 10ºAno:

iii) Planificação a curto prazo: esta planificação é elaborada individualmente pelo professor e destina-se à selecção organizada de um conjunto de  objectivos, conteúdos, recursos e estratégias a serem mobilizadas pelo professor durante uma aula (período de 90 min.) A planificação a curto prazo deve ser acompanhada de uma fundamentação científica e de uma fundamentação pedagógica (separadas) que devem  justificar as opções (selecções) feitas pelo professor numa determinada aula.

As planificações custam a fazer. Exigem tempo, cooperação e algum trabalho. No início, é mais difícil, pois é necessário traçar um caminho e estruturar uma base.  Mas, uma vez iniciado o trabalho, quer as planificações, como as fundamentações, científica e pedagógica, vão-se tonando mais fáceis.

Nas planificações não existem ‘bons’ guias ou livros que nos possam servir de auxílio. Tudo depende da prática e criatividade. As planificações a curto prazo devem ser sempre pessoais, pois o professor deve sentir-se à vontade para seguir o plano estipuladomodo natural

Joana Inês Pontes

About these ads

7 thoughts on “Planificações

  1. Um projecto de trabalho muito interessante. é pena que não apareçam mais projectos destes na net relativos à Filosofia. Parabéns aos autores..
    Luis Carlos

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s